Pular para o conteúdo
Voltar

9º Torneio Leiteiro e curso de processamento de leite em Juruena

9º Torneio Leiteiro e curso de processamento de leite em Juruena
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
Com o objetivo de incentivar a cadeia produtiva da bovinocultura de leite, foi realizado o 9º Torneio Leiteiro, no município de Juruena (880 km a Noroeste de Cuiabá), e contou com a participação de dez animais das raças girolanda e cruzados. Com uma produção de 86,13 quilos de leite, a vaca com o nome de Boneca, de propriedade do pecuarista, Erdisilas Cassiano, foi a vencedora e ganhou o primeiro lugar do torneio. O evento foi promovido pela Prefeitura municipal, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e parceiros. Com uma produção de 64,23 quilos de leite, a vaca Celebridade ficou classificada em segundo lugar e em terceiro, a vaca Princesa com uma produção de 63,14 quilos de leite. Os dois animais pertencem ao produtor rural Moisés Martins Pimenta. O técnico agropecuário da Empaer, Tiago Lagares, comenta que a finalidade do Torneio foi incentivar a cadeia produtiva do leite em busca de melhoria da qualidade e aumento na produtividade. Com uma produção de 460 mil litros de leite/ mês, o município possui um plantel de 3 mil vacas. Conforme Tiago, o município tem potencial para produzir 600 mil litros de leite/mês. O torneio identifica o potencial produtivo do plantel, divulga novas tecnologias e promove troca de informações entre os participantes. O evento foi realizado no período de 10 a 13 de setembro, no Parque de Exposições. Durante o Torneio foi realizado um Curso de Processamento de Leite com a participação de produtoras rurais da região. As extensionistas da Empaer, Conceição Santana Ribeiro, abordou em suas palestras informações técnicas de como fazer requeijão cremoso, queijo minas frescal com tempero e meia cura, iogurte, doce de leite pastoso e em barra e outros. Conforme Conceição, a finalidade foi mostrar a importância na transformação do leite para produção de queijos, como aproveitar o soro na fabricação de ricota, patê, bebida láctea e a técnica de como pasteurizar o leite cru. Os participantes receberam orientações sobre boas práticas de fabricação, pasteurização, processamento, higiene na ordenha, cuidados com equipamentos e instalações.