Pular para o conteúdo
Voltar

Analistas do MDA monitoram trabalho dos técnicos da Empaer no Estado

Analistas do MDA monitoram trabalho dos técnicos da Empaer no Estado
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Os Analistas de Projetos do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater), Alex Paulo de Souza e Alexandre Alves Ferreira estão em Mato Grosso para acompanhar o trabalho executado pelos técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) aos agricultores familiares. Os analistas estão monitorando as atividades de instalação de Unidade Didática de Subsistência e Sustentação Econômica (Projeto Vida Nova), capacitação de produtores nos municípios, materiais produzidos como cartilhas, manuais e outros. Com recursos na ordem de R$ 5,2 milhões do MDA, a Empaer está atendendo 7.780 famílias de comunidades tradicionais em 54 municípios. Os recursos também são utilizados para aquisição de veículos, equipamentos e móveis para modernizar os escritórios da empresa. Conforme Alex, o objetivo da visita é orientar e verificar a utilização dos recursos e os serviços prestados às famílias rurais seja no atendimento ou na capacitação dos produtores, a fim de liberar recursos para os próximos anos. O coordenador de Assistência Técnica e Extensão Rural, Sérgio Mazeto, e a coordenadora do Projeto de Assistência Técnica e Extensão Rural para Agricultores Tradicionais, Denise Ávila Gutterres, acompanham os analistas. Denise destaca que eles estão monitorando as atividades já realizadas para que seja liberado o próximo Projeto de Ater, no valor de R$ 7,5 milhões, sendo a primeira parcela de R$ 3,3 milhões para investimento. Esta é a terceira visita dos técnicos do MDA. Ano passado estiveram visitando os municípios de Cáceres, São José dos Quatro Marcos e Mirassol D‘ Oeste. Este ano, visitaram o município de Juína. Conforme Alex, a escolha do município foi aleatória e pretendem conhecer a equipe técnica da Empaer, além de conferir de perto o trabalho nas propriedades rurais. O monitoramento começou nesta segunda-feira (13.12) e termina nesta sexta (17.12). O próximo município a ser visitado ainda não foi definido.