Pular para o conteúdo
Voltar

Asbraer debate resultados da extensão rural no Brasil

Asbraer debate resultados da extensão rural no Brasil
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Debater o sistema de extensão rural e estrutura das organizações com resultados para a sociedade foi o tema do Seminário Nacional, realizado pela Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência e Extensão Rural (Asbraer), em Aracajú, no Estado de Sergipe. O evento reuniu representantes de 23 Estados do Brasil que expuseram os resultados e ações das empresas. O presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Leôncio Pinheiro da Silva Filho, participou e falou sobre a reestruturação e modernização das atividades. Pinheiro mostrou os principais projetos que estão sendo executados em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Ele menciona, por exemplo, que o setor de pesquisa recebeu recursos na ordem de R$ 950 mil, do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Embrapa para compra de 17 veículos e aproximadamente 35 computadores. Com recursos na ordem de R$ 5,2 milhões provenientes do MDA e do Governo do Estado de Mato Grosso possibilitaram a aquisição 61 veículos, motocicletas para atender 6.328 famílias rurais em 55 municípios. Outro projeto foi assinado com o Incra, contratando os serviços de assistência técnica da Empaer para atender nove mil agricultores familiares em 40 assentamentos do Estado, nos anos de 2008 a 2011. Leôncio abordou também o trabalho social com as mulheres, jovens rurais, capacitação de produtores e outros. “A Asbraer está se mobilizando para implementar e moldar as estruturas dos órgãos públicos de Ater para um padrão de atuação ágil e dinâmico na prestação dos serviços, visando o desenvolvimento sustentável do meio rural com prioridade para a agricultura familiar.O trabalho de inclusão social pela renda fortalecendo o setor agropecuário, e pelo direito formando parcerias com os órgãos para capacitação dos técnicos e agricultores familiares”, destaca Leôncio. O presidente da Asbraer, José Silva, lembra que desde 2005, estão trabalhando para a criação de um movimento nacional para a recuperação e reconstrução da extensão rural. Neste período são muitos avanços, a começar pela Lei da Agricultura Familiar. A Asbraer consolidou-se como entidade de representação política da Assistência técnica e extensão rural. Ele explica que lideraram a criação da Frente Parlamentar, e a Lei Geral de ATER já foi aprovada na Câmara e agora tramita no senado. Silva acredita que para a sustentabilidade da Extensão Rural também é necessário: ter um programa de modernização da gestão das entidades nos Estados; realizar concurso público; e que o governo federal aumente seus recursos para a ATER ter melhor infra-estrutura, mais profissionais valorizados e bem preparados. “Os desafios são enormes”, conclui José. O evento aconteceu nos dias 3 e 4 de novembro. MEDALHA JONAS PINHEIRO Como parte das comemorações da Semana da Extensão Rural realizada no dia 5 de dezembro, membros da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), vão escolher uma pessoa e uma instituição ligada ao meio rural para receber a medalha do mérito “Jonas Pinheiro”. É considerada a mais alta condecoração que a entidade criou para homenagear pessoas que contribuíram e lutaram pela extensão no Brasil. O evento acontecerá em Recife, no Estado de Pernambuco.