Pular para o conteúdo
Voltar

Características da agricultura familiar na Baixada Cuiabana

Características da agricultura familiar na Baixada Cuiabana
Vico Capistrano de Alencar (Assessoria/Empaer-MT)

A | A
Cuiabá e Várzea Grande somam um total de 79 comunidades rurais sendo 2.631 famílias atendidas pelo Escritório Regional da Empaer de Cuiabá. Dados revelam que a idade média dos produtores rurais é em torno dos 50 anos. Idade considerada elevada para as práticas agrícolas, indicando também que os jovens não estão sendo incorporados às atividades na área rural. O que gera um êxodo rural, e mostra que os jovens vão cada vez mais para os grandes centros urbanos à procura de emprego. A proposta do Escritório Regional da Empaer é apoiar a produção familiar dos municípios garantindo, além da segurança alimentar, a sustentação econômica das famílias e a autogestão dos seus próprios negócios. Para que isso, é necessário um trabalho planejado e a atuação conjunta das instituições ligadas ao setor agropecuário. Em geral os municípios que compõe a Baixada Cuiabana apresentam como vantagem um grande mercado consumidor, dispõem de infraestrutura para escoamento da produção, têm disponibilidade de mão de obra, e tradição na produção de hortifrutigranjeiros, farinha de mandioca, rapadura e doces regionais. As agroindústrias da região, em sua maioria são de pequeno porte, produzindo de forma artesanal, utilizando quase que exclusivamente mão de obra familiar. Os imóveis rurais com área inferior a 200 hectares correspondem a aproximadamente 70 % do total das propriedades rurais e é tradição na produção de frutas, legumes, verduras, mandioca e pecuária de leite. Sendo que uma das melhores alternativas para estas pequenas propriedades é o associativismo, que hoje está cada vez presente nos municípios que ainda necessitam de orientações quanto ao planejamento e gestão de suas atividades. *Vico Capistrano de Alencar é técnico em agropecuária e coordenador regional da Empaer de Cuiabá-MT. E-mail: regcuiaba.empaer.mt@gmail.com