Pular para o conteúdo
Voltar

Central de Comrecialização recebe novos produtores da Baixada Cuiabana

Central de Comrecialização recebe novos produtores da Baixada Cuiabana
Rosana Persona (jornalista responsável)

A | A
Os supervisores dos escritórios da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Claudine de Azevedo Cerenza, do município de Planalto da Serra, e Alaéssio Alves de Souza, de Nova Brasilândia, visitaram nesta sexta-feira (6.07), as instalações da Central de Comercialização da Agricultura Familiar 'José Carlos Guimarães', no município de Várzea Grande. Eles se organizando para trazer os produtores durante a semana. Os técnicos da Empaer recebem treinamento para auxiliar os produtores na tecnologia de produção garantindo produto de qualidade o ano todo. A engenheira Claudine fala que os produtores da região vão trazer principalmente banana da terra e maracujá para comercialização. O produtor rural, Mário Centoriano Júnior, possui uma área com 150 hectares, no município de Poconé, e está produzindo tomate, pimentão verde e cebola. Com o plantio de três hectares de cebola, a expectativa é produzir 30 toneladas por hectare. A safra de cebola começou a produzir em agosto e encerra no mês de dezembro. Animado com as instalações da Central de Comercialização, Mário comenta que vai trazer seus produtos toda semana e espera que novos compradores apareçam para conferir a qualidade dos hortifruti e o preço praticado. O coordenador geral da Central, José Alfredo da Costa Marques, ressalta que alguns produtores chegam com as mercadorias na quinta-feira à noite e que os compradores, aguardam pelos produtos. A produtora Maria Aparecida Levandowski, do Projeto de Assentamento Sadia I em Várzea Grande, trouxe maxixe e vendeu oito caixas assim que chegou à Central. “Desde a primeira rodada de negociação estou aqui na Central e continuarei trazendo toda semana”, declara Maria. Participando pela primeira vez, o agricultor Sebastião Soares de Araújo, proprietário de uma área 23,5 hectares na Agrovila das Palmeiras, no Assentamento Ribeirão do Glória, no município de Santo Antônio do Leverger, trouxe banana da terra para vender. Ele produz também jiló, milho verde e maracujá. O produtor produz o ano todo. “Estou muito satisfeito com o espaço que foi criado para o agricultor familiar, planto porque não gosto de ver a terra solteira. Espero ter lucro e renda”, enfatiza Sebastião.