Pular para o conteúdo
Voltar

Comunidade indígena recebe sementes de arroz para plantio

Comunidade indígena recebe sementes de arroz para plantio
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em parceria com a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) disponibiliza para a comunidade indígena da tribo Bakairi, nas Aldeias Santana e Nova Canaã, localizadas no município de Nobres (146 km a Nédio Norte de Cuiabá), uma tonelada de semente de arroz da variedade BRS Sertaneja. A semente de arroz será entregue nesta quarta-feira (12.12), para 49 famílias, que vão plantar numa área de 20 hectares. O supervisor da Empaer, Amarildo Sampaio Anchieta e o técnico agropecuário, Elias Queiroz, estão atendendo a comunidade indígena prestando assistência técnica. Foi realizada a análise do solo nas aldeias e aplicação de 60 toneladas de calcário, doados pela Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf). Amarildo esclarece que as famílias da Aldeia Santana cultivam mandioca e arroz. A Nova Canaã tem criação de frango caipira. “As sementes de arroz serão divididas entre as famílias interessadas em cultivar a cultura”, comenta Amarildo. O pesquisador da Empaer, Valter Martins de Almeida, explicou que índios da Tribo Bakairi solicitaram sementes para o cultivo e o acompanhamento técnico da Empaer. De acordo com Martins, as sementes serão plantadas, pois a terra está calcareada deixando o solo pronto para receber as sementes. Ele acredita que o plantio de arroz de terras altas numa área de 20 hectares, poderá atingir uma produtividade média de 50 toneladas, em torno de 2.500 quilos de arroz por hectare. Martins calcula, que se o plantio for realizado até o dia 15 de dezembro, estarão colhendo arroz no início de abril de 2013.