Pular para o conteúdo
Voltar

Crédito rural de R$ 609 mil é liberado para agricultores de Nova Bandeirantes

Crédito rural de R$ 609 mil é liberado para agricultores de Nova Bandeirantes
Rosana Persona (jornalista da Empaer)

A | A
Agricultores familiares do assentamento rural Japuranomann, mais conhecido como assentamento Três e Cinco, localizado no município de Nova Bandeirantes (1.026 km ao Norte de Cuiabá), financiaram recursos na ordem de R$ 609,5 mil do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf A). Com previsão de atender 23 famílias, o crédito rural será destinado para aquisição de matrizes bovinas, sendo 22 projetos para corte e um de leite. A médica veterinária da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Ariana Bonomo Murça, fala que o crédito começou a ser liberado no mês de setembro, no valor de R$ 25 mil, e mais R$ 1,5 mil para pagamento da assistência técnica, totalizando R$ 26,5 mil. O financiamento tem prazo de 10 anos para pagamento, com até três anos de carência e juros de 0,5% ao ano. Conforme Ariana, a busca pelo financiamento começou no ano de 2015, com a elaboração da Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP). Em seguida, os projetos de créditos foram encaminhados para a agência do Banco do Brasil no município de Nova Monte Verde (968 km ao Norte da capital) e, este ano, os recursos foram liberados. “Essa é uma grande conquista de vários produtores que estão lutando há mais de 10 anos”, declara. O município de Nova Bandeirantes possui um plantel em torno de 415 mil cabeças de gado de corte e aproximadamente 5 mil cabeças de gado de leite. A médica veterinária Ariana Murça explica que o município tem potencial para ampliar a bacia leiteira. “A pavimentação e o projeto de asfaltamento que estão sendo realizados na região, com certeza, vão trazer o desenvolvimento e a expansão da pecuária de corte e leite”, desabafa. O projeto para aquisição dos recursos também contou com a colaboração dos técnicos da Empaer dos municípios de Alta Floresta, Nova Guarita e Cuiabá. Os representantes da Secretaria Municipal de Agricultura e Sindicato de Trabalhadores Rurais realizaram o levantamento da demanda dos projetos e as Associações do Assentamento acompanharam durante as visitas e auxiliaram a comunicação com as famílias.