Pular para o conteúdo
Voltar

Criação de cooperativa auxilia na venda de leite em Brasnorte

Criação de cooperativa auxilia na venda de leite em Brasnorte
Rosana Persona (Empaer-MT)

A | A
Com uma produção de 15 mil litros de leite por dia, 30 agricultores familiares do assentamento rural Juruena I, localizado no município de Brasnorte (579 km a Noroeste de Cuiabá), implantaram a Cooperativa Água da Prata (Cooperprata). Fundada em menos de dois meses, o empreendimento já rende bons resultados aos cooperados, com aproximadamente 30% a mais por litro de leite vendido. Antes da cooperativa, os agricultores comercializavam o litro de leite por até 0,75 e hoje o litro chega a R$ 1,05. O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Robson Vicente, explica que a cooperativa surgiu para que os produtores pudessem vencer as dificuldades em trabalhar com a pecuária leiteira na região. O principal problema era a falta de concorrência e os baixos preços pagos pelo leite que giravam em torno de R$ 0,68 a 0,75 o litro. Ele declara que isso só foi possível porque os produtores resolveram vender de forma conjunta o leite e o volume despertou interesse de vários laticínios. A cconseguiu fazer parceria com o Laticínio de Marilândia que coleta o leite dos cooperados. Com a criação da cooperativa a compra dos insumos, como ração, sal e medicamento são feitos no atacado, garantindo menores preços e possibilitando economia na compra. “Com o sucesso das atividades a tendência é o crescimento. Os cooperados já sonham em ter a própria empresa de transporte de leite e uma central de resfriamento”, declara O presidente da Cooperprata, Adriano Garcia da Silva, fala que o engenheiro da Empaer Robson, durante dois anos, vem explicando sobre cooperativismo e plantando a idéia como forma de solucionar vários problemas da comunidade. “Não imaginávamos o quanto essa iniciativa cooperativista mudaria drasticamente em tão pouco tempo toda região. O valor do leite mudou até nas cidades vizinhas, graças à concorrência”, enfatiza Adriano. De acordo com o presidente, hoje a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) enxerga com bons olhos a pequena cooperativa que está surgindo e investindo na capacitação dos cooperados. Recentemente foi implantado o projeto de Capacitação Continuada “Leite a Pasto”, pela OCB/ Sescoop em parceria com a Empaer e Prefeitura Municipal que visa melhorar a produção e a rentabilidade dos agricultores familiares.