Pular para o conteúdo
Voltar

Culto Ecumênico celebra os 48 anos da Empaer

Culto Ecumênico celebra os 48 anos da Empaer
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Os funcionários da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) participaram do Culto Ecumênico em comemoração aos 48 anos da empresa. O secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Carlos Milhomem, ressaltou a importância do trabalho do extensionista e pesquisador que está a serviço da família rural, levando novas tecnologias e informações para o campo. A celebração aconteceu na segunda-feira (17.09), na sede da Empaer, no bairro Boa Esperança, em Cuiabá. Carlos Milhomem destacou também o trabalho que a Secretaria de Administração (Sad) está fazendo para reestruturar a Empaer. Ele acredita que até o final de 2012 seja realizado concurso público para contratação de novos técnicos e o início da construção da nova sede da empresa. Algumas mudanças já estão ocorrendo, uma delas é a mudança jurídica da Empaer, deixando de ser empresa de economia mista para pública. “Leva tempo para reestruturar uma empresa. É preciso ter esperança e enfrentar as dificuldades”, esclarece o secretário. O presidente da Empaer, Enock Alves dos Santos, falou que é um momento especial e pode considerar que foram 48 anos de trabalho, união, companheirismo e dedicação ao agricultor familiar. Enock Alves ressalta que a empresa está passando por uma nova fase e que a diretoria da Empaer tem como objetivo atender todos os agricultores familiares do Estado de Mato Grosso com competência e tecnologia. “Estamos empenhados em oferecer assistência técnica, extensão rural e pesquisa de qualidade para o homem do campo”, enfatiza Enock. O diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), Almir de Souza Ferro, lembra que a missão da empresa é gerar conhecimento, tecnologia e extensão rural para o desenvolvimento sustentável do meio rural e a Empaer tem contribuído com a agropecuária no Estado de Mato Grosso. Almir falou que a agricultura e a pecuária são atividades relevantes, especialmente por constituírem a base da geração de emprego, renda e da movimentação da economia dos municípios. O diretor de pesquisa, Norival Tiago Cabral, destacou os projetos de desenvolvimento de tecnologia voltados para a agricultura familiar que apresentam material genético resistente à praga, doença, novas variedades e outros. O engenheiro agrônomo e ex-presidente da Empaer, Jesuíno Oliveira, que completa 40 anos de serviço, lembrou que a união e a força fazem a empresa continuar trabalhando em benefício do agricultor familiar. Aproveitou para chamar a atenção dos colegas que as dificuldades existem, mas é preciso ter esperança para superá-las. “Somos unidos, competentes, responsáveis e a nossa característica é enfrentar os desafios juntos. Essa força que faz a gente viver”, afirmou Jesuíno. O Culto Ecumênico foi celebrado pelo coordenador de Pesquisa e Ministro da Eucaristia, Sebastião Campos, Ellen Costa proferiu mensagem espírita e pelos pastores Geraldo Donizeti e Ivon Silva. O saxofonista, Dagnel Enoré, tocou a música “Faz um milagre em mim”. O evento contou com a participação do representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Luiz Alberto Oliveira Silva, coordenadores, gerentes e funcionários da Empaer.