Pular para o conteúdo
Voltar

Dia Especial mostra alternativa para alimentação do gado no período da seca

Dia Especial mostra alternativa para alimentação do gado no período da seca
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
Acontece neste sábado (28.10), O Dia Especial da Bovinocultura de Leite, no município de São José do Rio Claro (315 km a Médio-Norte de Cuiabá), na sede do Sítio Bela Vista, do produtor rural Benedito Donizete Sampaio. Será apresentado o programa para formação de canteiro de capineira, distribuição de mudas, alimentação alternativa para o período da seca e informações da atividade leiteira. O evento é realizado pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Prefeitura e agricultores. A expectativa é a participação de mais de 100 pessoas. O secretário da Agricultura do município, Sérgio Fracasso vai proferir palestra e apresentar o programa para formação de capineira e a multiplicação das mudas para o plantio, o técnico agropecuário da Empaer, Irapuan Rodrigues da Silva, aborda sobre a experiência realizada no Distrito de Capão Verde com melhoramento genético, inseminação artificial e alternativa de alimentação no período da seca. O produtor e dono da área, Benedito Sampaio, leva os participantes para conhecer o plantel , pastagem e a capineira. O produtor Sampaio, possui uma área de 232 hectares, com um plantel de 200 cabeças de gado, sendo cem leiteiras, das raças girolanda e holandesa com uma produtividade de 200 litros de leite por dia. O supervisor do escritório da Empaer, Evaldo de Castro, comenta que nos últimos cinco anos, o produtor investiu na atividade leiteira e para melhorar a qualidade do leite financiou do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) - Mais Alimentos recursos na ordem de R$ 100 mil, para compra de uma ordenhadeira mecânica e um resfriador com capacidade para 2 mil litros de leite. O município produz 12 mil litros de leite por dia e a previsão para 2014 é atingir uma produção de 15 mil litros leite/dia. Segundo Castro, o maior problema enfrentado pelos produtores da região é a alimentação no período da seca. Recentemente mais de 30 vacas leiteiras morreram de fome devido à falta de pastagem. “É necessário fazer capineira como forma de suplementação volumosa do rebanho leiteiro durante o período seco do ano”, esclarece Evaldo. O Dia Especial é direcionado aos produtores da região, a abertura acontece às 8h30, com encerramento previsto às 13 horas.