Pular para o conteúdo
Voltar

Durante três dias técnicos da Empaer discutem e planejam as ações para 2011/2012

Durante três dias técnicos da Empaer discutem e planejam as ações para 2011/2012
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Com objetivo de planejar as ações e tratar de assuntos técnicos, administrativos e financeiros da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), diretores, coordenadores regionais e técnicos, durante três dias (12 a 14.04), discutirão a operacionalização de 133 escritórios locais, nove regionais, dois centros de pesquisa, seis campos experimentais, quatro viveiros de produção e um núcleo de laboratórios. A reunião acontece na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fundaper), em Cuiabá. O secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), José Domingos Fraga, participou da abertura e enfatizou que a revitalização da Empaer é um dos pontos prioritários da sua administração e reconhece a importância do trabalho que o extensionista rural realiza no campo. Ele pretende alterar a personalidade jurídica da Empaer, realizar concurso público, ampliar as parcerias para captação de recursos e priorizar as seguintes cadeias produtivas: piscicultura, fruticultura, olericultura, caprinocultura, ovinocultura, seringueira, leite e apicultura. Segundo José Domingos Fraga há a pretensão de se criar um grupo de trabalho para estudar maior flexibilidade na vistoria do serviço de inspeção estadual e mudanças na Lei. A intenção é criar mecanismos para agilizar a vistoria nas pequenas propriedades. O secretário falou sobre o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Agropecuário (Prodesa) para implantação das agroindústrias familiares, que entregou 741 equipamentos para a operacionalização das agroindústrias no Estado de Mato Grosso e os produtores rurais não conseguem comercializar a produção nos grandes centros. “Comecei na vida pública trabalhando na Empaer ”, lembrou José Domingos. O presidente da Empaer, Enock Alves dos Santos, esclarece que a reunião vai permitir alinhar com os coordenadores e técnicos o trabalho a ser executado em 2011, utilizando a mesma ferramenta para atender o produtor rural. Alves ressalta que no ano passado a empresa atendeu mais de 32 mil agricultores familiares com um efetivo de 350 técnicos. “Nossa missão é atender por ano 50 mil agricultores e 90 mil assentados ou seja, 140 mil agricultores, com um orçamento de R$ 35 milhões. A nossa proposta é ampliar o número de técnicos para atender os agricultores no Estado”, destaca Enock. Participaram da abertura da reunião o secretário adjunto do Núcleo Sistêmico Agropecuário,Nereu Bresolin, diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), Almir de Souza Ferro, diretor de Pesquisa da Empaer, Carlos Milhomem, coordenador de Ater, Sérgio Mazeto, coordenadora de Pesquisa, Eliane Forte Daltro, coordenador de Gestão Estratégica, Osvaldo Ferreira, técnicos e funcionários. A reunião começa às 8 horas e encerra às 18h. A sede da Fundaper está localizada na Rua Américo Salgado, 1032 – bairro Araés – Fones (65) 3623 5108/5452.