Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer apresenta números da atuação de 2003 a 2009 na região de Cáceres

Empaer apresenta números da atuação de 2003 a 2009 na região de Cáceres
Cristiane Celina (Assessoria)

A | A
Viabilizar e incentivar a agricultura familiar é uma das principais metas do Governo do Estado. A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) caracteriza-se como um dos principais instrumentos da administração estadual para colocar em prática. Suas diretrizes e metas são estabelecidas no Plano de Trabalho Anual (PTA) do Executivo e focaliza a atuação priorizando o desenvolvimento e fortalecimento da produção de base familiar, assegurando os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) aos produtores de economia familiar por meio de ações que proporcionam a sustentabilidade das unidades produtivas, a geração de ocupação produtiva, melhoria da renda e da qualidade de vida aumentando as oportunidades de inclusão social. Na região de Cáceres a Empaer atua em 19 municípios (Araputanga, Cáceres, Comodoro, Curvelândia, Figueirópolis D’Oeste, Glória D’Oeste, Indiavaí, Jauru, Rio Branco, Lambari, Salto do Céu, Mirassol, Nova Lacerda, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, São José dos Quatro Marcos, Rondolândia e Vila Bela da Santíssima Trindade), disponibilizando os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, Pesquisa e Fomento Agropecuário aos agricultores familiares através de uma equipe de 51 técnicos lotados em 17 Escritórios Locais, um Escritório Regional, dois Viveiros de Produção e um centro Regional de Pesquisa. No período de 2003 a 2009, prestou os serviços de ATER para um público de 53.160 beneficiários, sendo 20.468 agricultores familiares (assentados), 11.366 mulheres rurais (tradicional), 1.385 jovens rurais (tradicional) entre outros. Atuou de maneira prioritária junto às unidades de produção familiar com 326 assentamentos atendidos, 937 comunidades rurais(tradicionais). Neste período foram elaborados 7.246 projetos, dos 8.929 agricultores habilitados para acesso ao crédito, cerca de 81,15% foram na linha de crédito do Pronaf. Nesta ação a captação de recursos na ordem de R$ 38.588.000,00 para financiamento produtivo de custeio e investimento agropecuário, viabilizam melhorias das condições de produção, melhoria da renda e da qualidade de vida dos agricultores rurais. A Empresa atendeu em produção vegetal 1.514 agricultores (sem repetição) assistidos no período, uma área média anual de 14.063 hectares com culturas, e na área de produção animal, atendeu (sem repetição) 7.490 agricultores, assistindo um rebanho médio anual de grandes animais (corte e leite) de 191.472 cabeças e de pequenos animais (suínos e aves) de 186.427 cabeças e em apicultura, vem sendo atendidas anualmente, uma média de 960 colmeias.