Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer apresenta projeto para atender 775 famílias rurais em Paranaíta

Empaer apresenta projeto para atender 775 famílias rurais em Paranaíta
Rosana Perosna (jornalista da Empaer)

A | A
Nesta quarta-feira (13.07), a partir das 9 horas, na Câmara Municipal de Paranaíta (851 km ao Norte de Cuiabá), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) apresenta o Projeto de Revitalização do Assentamento São Pedro, que garantirá o atendimento a 775 famílias rurais. Com recursos na ordem de R$ 3,2 milhões, a Usina Hidrelétrica Teles Pires firmou convênio com a Empaer para prestar assistência técnica e extensão rural durante três anos e auxiliar na melhoria da qualidade de vida das famílias do campo. O engenheiro agrônomo da Empaer e responsável pela execução do projeto, Almir de Souza Ferro, explica que os objetivos principais são diminuir o êxodo rural, fixando os jovens no campo; promover a diversificação produtiva, por meio do estímulo ao associativismo e ao empreendedorismo, preparando os assentados para transformar suas propriedades em fonte de renda permanente; regularizar a situação fundiária dos assentados com apoio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); e promover, de forma sustentável, a recuperação e a conservação ambiental, por meio da recomposição das matas ciliares, da formação de corredores ecológicos e da capacitação dos assentados para a utilização de manejos sustentáveis. Almir Ferro esclarece que a finalidade da parceria é promover a recuperação econômica, ambiental e social, aumento da produção, melhoria de renda, qualidade de vida e permanência das famílias nas suas propriedades. Para isso, será aplicado o processo metodológico do Projeto Vida Nova, implantado pela empresa em 2004, que possui três fases de execução: segurança alimentar, sustentação econômica e, por último, autogestão dos negócios. “A previsão do trabalho é atender quatro mil pessoas, entre produtores, mulheres e jovens rurais”, enfatiza. Numa área de 35 mil hectares, o assentamento acolhe 62% da população residente no município. O presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, fala que nesse primeiro momento do projeto, os técnicos da empresa vão fazer o diagnóstico da produção e, em seguida, a capacitação no campo, fortalecimento da cadeia produtiva do leite, implantação de unidades produtivas de hortaliças e fortalecimento das agroindústrias locais. “Serão disponibilizadas tecnologias de produção validadas para a agricultura familiar, exploração sustentável, com o objetivo de consolidar a permanência das famílias no campo”, comenta Mota. Investimentos Recentemente, o Programa de Revitalização do Assentamento São Pedro foi planejado e fomentado pela Companhia Hidrelétrica Teles Pires (CHTP), em parceria com a Prefeitura de Paranaíta, Instituto Centro de Vida (ICV), Incra, Empaer, Gaia Social e aporte financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Serão investidos nesse projeto R$ 8 milhões para recuperação de estradas, nascentes, regularização de terras, construção de um centro comunitário, capacitações para melhorar a produtividade local, entre outros benefícios.