Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer comercializa 70 mil alevinos de tambacu e tambatinga

Empaer comercializa 70 mil alevinos de tambacu e tambatinga
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
A temporada de comercialização de alevinos de tambacu e tambatinga teve início na última sexta-feira (24.01), na Estação de Piscicultura da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em Nossa Senhora do Livramento (42 km ao Sul de Cuiabá). Já no primeiro dia foram vendidos 70 mil alevinos para mais de 50 piscicultores do Vale do Rio Cuiabá e outras localidades, comemora o chefe da Estação, Antônio Claudino da Silva Filho. A expectativa é comercializar mais de 600 mil unidades até o mês de março. O presidente da Empaer, Valdizete Martins Nogueira, participou da abertura da temporada e esclareceu que a piscicultura é uma importante cadeia produtiva. Ele reforçou que a Empaer prioriza os agricultores familiares ao oferecer alevinos de qualidade com preços acessíveis. Segundo Valdizete, no primeiro dia foram vendidos alevinos medindo de três a cinco centímetros por apenas R$ 160 o milheiro. O produtor rural, Manoel Nilo da Costa, de Nossa Senhora do Livramento, da comunidade Ribeirão dos Cocais, possui uma área de 50 hectares e, em parceria com o produtor Manoel Costa Filho, comprou 4 mil alevinos, que serão distribuídos em seis tanques para recria e engorda. Há mais de 20 anos adquirindo exemplares da Empaer, Nilo ressalta a qualidade do produto. Ele diz não ter perda de exemplares. Já a comerciante Cleuza Silvia Picoló, de Várzea Grande, está comprando pela primeira vez mil unidades. Ela quer adquirir experiência com o manejo da atividade e quem sabe tornar o negócio rentável. O aposentado Apenides Fernandes do Nascimento e a mulher, Nenises da Cruz, de Santo Antônio de Leverger, possuem na propriedade sete tanques para engorda de peixes e adquiriram na Estação de Piscicultura dois mil alevinos, sendo mil de tambacu e mil de tambatinga. Nenises comenta que possui mais de 5,7 mil alevinos nos tanques e a principal parte será vendida na Semana Santa, quando os peixes estarão pesando de 1,5 a 2 quilos. A Estação estará comercializando alevinos somente nas sextas-feiras. Participaram da abertura produtores e piscicultores da região, os diretores da Empaer, Eliane Forte Daltro e Almir de Souza Ferro, o chefe da Coordenadoria de Pesquisa da Empresa, Sebastião Campos Filho, além de pesquisadores e técnicos.