Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer e Furnas contratam técnicos para atender produtores rurais em Chapada dos Guimarães

Empaer e Furnas contratam técnicos para atender produtores rurais em Chapada dos Guimarães
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Profissionais com experiência no atendimento a agricultores familiares, assentamentos da Reforma Agrária e produtores atingidos por barragens foram contratados por meio de processo seletivo realizado pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e Furnas Centrais Elétricas S/A para atender o município de Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte de Cuiabá), na comunidade João Carro. Os contratados vão prestar serviços de assistência técnica e extensão rural para 363 famílias, atuando na cadeia produtiva da região do entorno do Lago de Manso. O supervisor Regional da Empaer, Vico Capistrano, salienta que foram contratados os seguintes profissionais: o engenheiro agrônomo, Manoel Roque da Costa, técnico agropecuário, Hamílcar da Guia Pacheco Dutra, extensionista social, Paulo Roberto Pina, auxiliar de escritório, Westélia Maria dos Santos Silva e agente de serviço, Maria Guilhermina Alves de Melo. Com recursos na ordem de R$ 430 mil, o contrato de trabalho é temporário, por um período de 24 meses, sendo regido pelos termos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Os novos contratados atuarão em seis comunidades, um Projeto de Assentamento, apoio às entidades associativas, coletar dados das comunidades com relação ao potencial econômico, social e ambiental, capacitar os agricultores familiares, elaborar projetos de crédito rural, orientar na formação de hortas e outros. No fim de 2010, o Governo Federal lançou os trabalhos de demarcação do parque aquícola no Lago de Manso com a finalidade de viabilizar a pesca numa área de 450 hectares de lâmina d’água. Segundo estudos dos técnicos da Empaer, 93% do solo na comunidade João Carro é considerado arenoso, ou seja, pouco produtivo. O aproveitamento múltiplo do Lago de Manso é um fator de sobrevivência para os moradores. Após a demarcação do parque, os produtores buscarão junto aos agentes financeiros uma linha de crédito para financiar a criação de peixes em tanques-rede. O Ministério da Pesca e Aquicultura repassou para a Cooperativa dos Pequenos Produtores do município 33 tanques-redes, que estão utilizando no lago para pesquisa conferindo o desenvolvimento do pescado. Vico ressalta que os técnicos já estão atuando na comunidade e atendendo aos produtores rurais. Mais informações, escritório de Furnas (65) 3304-2043.