Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer entrega certificados de capacitação a jovens rurais em Araputanga

Empaer entrega certificados de capacitação a jovens rurais em Araputanga
Cristiane Celina (Assessora de Comunicação da Presidência)

A | A
Finalizando o curso profissionalizante de bovinocultura de leite para jovens rurais em Araputanga (345 km a Oeste de Cuiabá), foram entregues os certificados com festa e comemoração pela missão cumprida em três meses de trabalhos intensos nas propriedades rurais da região. O curso de capacitação realizado pela Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), em parceria com Coopernoroeste e Banco do Brasil, superou as expectativas tanto dos coordenadores do projeto, como dos jovens, que já estão colocando em prática o que aprenderam. A jovem Angra Martins da Silva (do sítio Alvorada 2 – Comunidade Santa Aurélia) fala um pouco do que aprendeu: “Foi um grande aprendizado e a primeira coisa que eu fiz, foi em relação à adubação de pasto, lá onde eu moro temos vários piquetes, mas os pastos são baixos, então a adubação vai dar mais desenvolvimento e nós vamos aproveitar melhor o nosso espaço no sítio. Eu não sabia como prevenir a infecção de bactérias no tanque e nem fazer a limpeza correta do tanque e do curral, que também são importantes. Com essas e outras atitudes, nós já estamos conseguindo fazer um grande desenvolvimento em nossa propriedade”. Com essa capacitação, os jovens estarão habilitados a conseguir uma linha de crédito específica, junto ao Banco do Brasil, que é o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Jovem, com um crédito de até 7 mil reais para investimento, com juros de 1% ao ano e até 10 anos para pagar. “A ideia é, não só apoiar esses jovens financeiramente, mas também buscar ter um acompanhamento próximo a eles. Nós temos a preocupação de saber se aquele recurso está sendo realmente aplicado para a finalidade proposta e pelo que vimos aqui, neste curso de capacitação, os jovens estão bem conscientes e preparados para desenvolver seu papel. Nós, do Banco do Brasil, estamos confiantes de que esse recurso vai ser muito bem empregado e com certeza irá gerar bons frutos no futuro”, ressaltou Carlos Gustavo Ortega de Calazan, gerente do Banco do Brasil de Araputanga. “Com diálogo e planejamento é possível fazer uma parceria bem feita como esta, onde ganha a cooperativa, ganha o governo, ganha a Empaer, a instituição financeira, mas principalmente ganha o produtor rural, então o balanço é bastante positivo e nós pretendemos ampliar esse projeto com outros cursos a fim de diversificar as culturas como forma de trazer mais estabilidade no campo e maior desenvolvimento para nossa região”, ressaltou Ademar Furtado, presidente da Coopernoroeste. Foram capacitados 26 jovens, filhos e filhas de agricultores familiares cooperados e 12 extensionistas da Empaer e da Coopernoroeste, que serão multiplicadores em outros municípios de Mato Grosso. Com 32 horas de aulas teóricas, em sala de aula e mais 68 horas em atividades de campo monitoradas pelos técnicos, totalizando 100 horas, com a entrega de certificados. O presidente da Empaer, Leôncio Pinheiro da Silva Filho fez referência ao trabalho dos extensionistas para o desenvolvimento dos agricultores familiares do Estado e ainda ressaltou que o projeto segue o modelo de Minas Gerais: “Tivemos o prazer de conhecer esse projeto através do presidente da Emater-MG, José Silva e o trouxemos para Mato Grosso e esta parceria, mostra que estamos no caminho certo, ao visualizarmos o futuro com racionalidade, ao promover uma política pública voltada aos jovens rurais empreendedores, como uma resposta ágil aos desafios da Extensão Rural”.