Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer lança boletim informativo com resultados do trigo em MT

Empaer lança boletim informativo com resultados do trigo em MT
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) lançou o boletim informativo com resultados do programa Protrigo referente ao período de 2015, em Mato Grosso. O destaque desta safra foi o controle da brusone com até cinco aplicações de fungicida semanais, época de plantio do trigo de sequeiro e irrigado, controle de invasoras em pré-emergência, competição de variedades com 110 materiais genéticos e outros. O boletim faz um resumo das ações executadas no ano de 2015, tais como: reuniões da Câmara Técnica, visitas técnicas nas propriedades rurais, comportamento evolutivo das variedades, preparo do solo, tratamento de sementes, equipamento de plantio, densidade, profundidade, tratos culturais, controle de invasoras, inseticidas, número de planta e altura, dados de chuvas e outros. O extensionista da Empaer e coordenador da Câmara Técnica do Trigo, Hortêncio Paro, destaca que o Estado consome aproximadamente 130 mil toneladas de farinha por ano e importa mais de 90% da farinha de trigo. Ele acredita que o ponto de estrangulamento é a deficiência na estrutura de comercialização dos grãos. “Temos um único moinho que até então não trouxe os benefícios esperados, inclusive nesta safra, não está moendo o trigo e não tem apresentado proposta de comercialização que incentive o plantio desta gramínea”, ressalta Paro. De acordo com o extensionista, as principais metas para este ano são estabelecer o preço mínimo para o trigo, compatível com os custos de logística da região, para dar sustentabilidade e incentivos à exploração. Além de reduzir os custos de energia para o cultivo do trigo irrigado, que os recursos da Taxa de Equilíbrio Comercial (TEC) cobrada na importação do trigo sejam aplicados em pesquisas nas regiões do médio norte com potencial para cultura. E por último, que os estudos da gestão do Protrigo sejam executados numa parceria público- privada e coordenados pela Aprosoja.