Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer monta estande durante a 16ª Festa do Costelão em Nova Canaã

Empaer monta estande durante a 16ª Festa do Costelão em Nova Canaã
Rosana Persona (jornalista da Empaer)

A | A
Produtores rurais do Distrito Ouro Branco, no município de Nova Canaã do Norte (699 km a Norte de Cuiabá), realizaram a 16ª Festa do Costelão, nos dias 1 e 2 de julho. A edição deste ano contou com a participação de 3 mil pessoas. Voluntários participaram do evento para ajudar a assar mais de 2,4 mil quilos de carne. Durante a realização do evento a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural instalou um estande com informações sobre o serviço difundido na área de assistência técnica, extensão rural, pesquisa e inovações tecnológicas voltados para a agricultura familiar. O evento aconteceu na pista do laço, no clube do Distrito. A festa é realizada há 16 anos, sem interrupção e envolve todos os produtores rurais da região. A extensionista social da Empaer, Márcia de Fátima Ligor, falou que essa comunidade é formada por 150 produtores tradicionais que vivem da bovinocultura de leite, apicultura, piscicultura e cultivam frutas, legumes e verduras. A técnica agropecuária da Empaer, Pamella Barbosa Rubio, explicou que pela primeira vez foi montado um estande na festa e a empresa teve a oportunidade de oferecer aos participantes alternativas de lucro e renda para a agricultura familiar. Foi apresentado a hidroponia, técnica de cultivar plantas sem solo, mostrando o funcionamento, desenvolvimento foliar e radicular nos diferentes estágios que a planta passa até chegar ao ponto de colheita. A técnica Pamela salientou que a empresa expos algumas atividades enfocando o desenvolvimento das cadeias produtivas como a piscicultura, apicultura, Conservação e Recomposição da Área de Preservação Permanente (APP), cultivo de hortaliças e outros. O técnico agropecuário da Empaer, Cícero Pereira do nascimento também informou aos produtores sobre o trabalho da empresa. “O estante teve uma aceitação pela população e recebeu vários elogios sobre a iniciativa tomada, que pôde levar aos produtores informações sobre as diversas cadeias produtivas trabalhadas na região”, conclui.