Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer promove visita técnica sobre diversificação de culturas em Tangará da Serra

Empaer promove visita técnica sobre diversificação de culturas em Tangará da Serra
Rosana Persona (jornalista da Empaer)

A | A
Com a participação de mais de 60 produtores rurais foi realizada uma visita técnica sobre diversificação de culturas, no Campo Experimental e de Produção da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte de Cuiabá). Foram apresentadas novas tecnologias e serviços voltados para a agricultura familiar com demonstração em unidades de produção. A visita técnica promoveu a transferência de tecnologia para o pequeno produtor e mostrou a evolução dos produtos e seu uso. Os visitantes percorreram uma área contendo produtos biofortificados com o cruzamento de plantas da mesma espécie, gerando cultivares mais nutritivas, fruticultura com a introdução da pitaya no Estado e abacaxi, sistemas agroflorestais para recuperação de áreas degradadas, variedades de mandioca utilizada na mesa e indústria, desenvolvimento de cultivares da cultura do feijoeiro comum, adubação verde e cultura da banana com a produção de mudas in vitro e o controle da broca da bananeira. Com objetivo de divulgar o trabalho é consolidar a imagem da pesquisa, assistência técnica e extensão rural no Estado de Mato Grosso, o evento contou com a participação do extensionista da Empaer, Eliel Ferreira Porto e dos pesquisadores da empresa, Marilene de Moura Alves, Welington Procópio, Valter Martins de Almeida, Eurípedes Maximiniano Arantes, Helio Gaspar Kist, Humberto Carvalho Marcílio e Elder Cassimiro da Silva. O supervisor do Campo Experimental, Welington, destaca que estão utilizando uma área de 65 hectares para o desenvolvimento da pesquisa e também de outras culturas, tais como do arroz, milho, citros (laranja, limão e tangerina) e a pesquisa com a frutífera pitaya em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). “O Dia de Campo difundiu novidades, tecnologias, criou condições e oportunidades para o agricultor familiar”, destaca. O diretor de Pesquisa da Empaer, Antonimar Marinho dos Santos, falou que o Campo Experimental é um modelo de transferência de tecnologia para o agricultor familiar, possibilitando que a sua propriedade tenha lucro e renda. Destacou também, o papel da Empaer em promover alternativas de cultivos a nossa realidade edafoclimática. “Nosso trabalho é desenvolver a pesquisa e garantir que seja implantada na agricultura familiar com segurança e produtividade”, enfatizou. O evento contou com a participação do Diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) da Empaer, Rogério Monteiro Costa e Silva, coordenador de Ater da Secretaria de Agricultura e Assuntos Fundiários (Seaf), Luiz Henrique de Araújo Carvalho, secretário de Agricultura da prefeitura de Tangará da Serra, Ander Santos, produtores rurais dos municípios de Diamantino, Arenápolis, Nova Olímpia e Barra do Bugres.