Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer realiza capacitação de jovens rurais em Araputanga

Empaer realiza capacitação de jovens rurais em Araputanga
CRISTIANE CELINA / Assessoria/Empaer-MT

A | A
No período de 14 a 18 de setembro foi realizado no município de Araputanga o programa-piloto de capacitação de jovens rurais. A coordenadora estadual do Projeto Transformar, da Emater de Minas Gerais, Maria Helena Alves Silva e o Extensionista Geraldo Agostinho de Jesus foram os facilitadores na capacitação da etapa presencial do Projeto “Jovem no campo” realizado pela Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em parceria com a Emater de Minas Gerais, Coopernoroeste e Banco do Brasil. Foram capacitados 26 jovens, filhos e filhas de agricultores familiares cooperados, e 12 extensionistas da Empaer e da Coopernoroeste, que serão multiplicadores em outros municípios do Estado de Mato Grosso. Com 32 horas de aulas teóricas, em sala de aula e mais 68 horas em atividades de campo monitoradas pelos técnicos, totalizando 100 horas, com entrega de certificados. Na parte teórica foi feito primeiramente um diagnóstico preciso do jovem rural no Brasil, levantamento dos sonhos e desejos desses jovens e os problemas na área de produção de leite. A partir daí, foi montado um plano de ação e o cronograma a ser executado até dezembro, quando está previsto o término das 68 horas de práticas no campo. Na parte prática, os extensionistas da Empaer irão acompanhar os jovens na propriedade, com anotações diárias e orientações técnicas onde eles aprenderão desde alimentação do gado, higiene das ordenhas, formação de capineiras, suplementação alimentar, enfim, todas as etapas da cadeia produtiva da pecuária leiteira, incluindo análises de custo de produção para maior e melhor distribuição ao mercado consumidor. “Uma das questões que nos encantou durante o curso foi que o sonho de vida dos jovens é de permanecer na propriedade e, ali constituir a sua própria família. Então, o objetivo desse projeto é que esses jovens tenham a produção, trabalho e renda no sítio, porque, a partir do momento em que eles têm recurso financeiro adquirido do trabalho, eles conseguem se manter ali, com qualidade de vida...com isso ajudamos a formar no campo uma outra classe rural com senso crítico mais apurado, com entendimento de sua atividade e da importância que a agricultura familiar tem para o estado”, ressalta a coordenadora Maria Helena. Para o extensionista da Emater-MG Geraldo Agostinho “o Projeto Transformar, que já é uma realidade em Minas Gerais, tornou-se referência para outros estados do Brasil, com atendimento de 5.000 jovens em 3 anos e apresenta resultados positivos através das experiências registradas na melhoria da qualidade de vida de inúmeros jovens e suas famílias”. O presidente da Empaer, Leôncio Pinheiro da Silva Filho fez referência ao trabalho dos extensionistas para o desenvolvimento dos agricultores familiares do estado e ainda ressaltou que o projeto segue o modelo de Minas Gerais: “Tivemos o prazer de conhecer esse projeto através do presidente da Emater-MG, José Silva e o trouxemos para Mato Grosso e esta parceria, mostra que estamos no caminho certo, ao visualizarmos o futuro com racionalidade, ao promover uma política pública voltada aos jovens rurais empreendedores, como uma resposta ágil aos desafios da Extensão Rural”. Com essa capacitação os jovens estarão habilitados a conseguir uma linha de crédito especifica, junto ao Banco do Brasil, que é o Pronaf Jovem, com um crédito de até 7 mil reais para investimento, com juros de 1% ao ano e até 10 anos para pagar.