Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer realiza diagnóstico participativo nas propriedades rurais de Barra do Bugres

Empaer realiza diagnóstico participativo nas propriedades rurais de Barra do Bugres
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
Com a participação de 32 agricultores familiares das Comunidades Morro Redondo e Camarinha, localizadas no município de Barra do Bugres (168 km a Médio-Norte de Cuiabá), aconteceu na quinta-feira (05.07), uma reunião com os extensionistas rurais da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) para discutir o diagnóstico participativo das comunidades. Foi realizado o levantamento das propriedades, verificando o potencial e vocação dos agricultores tradicionais. O extensionista da Empaer, Sebastião Lima Soares, destaca que o diagnóstico é uma ferramenta que permite avaliar as características das comunidades, habilidades, vantagens comparativas e competitivas de sua localidade, identificar e discutir os problemas, expressar a percepção da comunidade com relação à vontade de produzir e fatores limitantes que impede o seu desenvolvimento. “Discutimos também os aspectos econômico e ambiental da propriedade, desejos, crenças e sonhos dos agricultores”, ressalta Soares. Com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a realização do diagnóstico participativo das comunidades prevê a implantação das Unidades Didáticas de Subsistência Econômica (UDSE), elaboração de projetos de crédito rural e outros. Conforme Sebastião, após o resultado do diagnóstico será elaborado um plano de assistência técnica e extensão rural de qualidade visando a inclusão social, capacitação produtiva e acesso às políticas públicas para o agricultor familiar. Segundo Soares, algumas reuniões já foram realizadas nas comunidades e implantadas algumas benfeitorias, tais como fossas sépticas e sanitários. Cerca de 90% das casas não possuem banheiro dentro das residências. Para sanar o problema, foi construído um banheiro comunitário no pátio da igreja. “Estamos atendendo as primeiras reivindicações da comunidade e promovendo a inserção social”, enfatiza Sebastião. Participaram da reunião o Coordenador Regional da Empaer, Arnaldo Luis Pereira, e as assistentes administrativas Sabina Oenning Soares, Rilma Félix da Cunha, Tânia Maria Ferreira Mendes e Maria Elena Saquete.