Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer realiza o 1º Encontro de Mulheres Rurais em Barra do Garças

Empaer realiza o 1º Encontro de Mulheres Rurais em Barra do Garças
Cristiane Celina - Assessoria da Empaer

A | A
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Desenvolvimento Rural e Sindicato Rural de Barra do Garças, realizou o 1º Encontro de Mulheres Rurais, sexta-feira (13.09), no Tatersal do Parque de Exposição do município. Em 1995, a 4ª Conferência das Nações Unidas, sobre a mulher, realizada na China, institucionalizou o dia 15 de outubro como o “Dia Mundial da Mulher Rural”, com o objetivo de elevar a consciência sobre o papel da mulher rural no fortalecimento da sociedade, da economia e das famílias. Desde então, em vários lugares do mundo, esse encontro celebra um dia todo dedicado às mulheres com palestras, entretenimento, capacitações e cultura. O encontro reuniu cerca de 400 mulheres de 14 a 85 anos, como Amanda Gouveia Pinheiro, líder da comunidade Vale dos Sonhos, que destacou a importância do evento para a comunidade em que ela mora. “Nós viemos em três ônibus, num total de 80 pessoas. Isso demonstra que o pessoal da Empaer e da prefeitura está se importando com a gente que tá mais distante! Nós temos muitas senhoras que estão precisando fazer a aposentadoria rural e hoje aqui, nós vamos ter a palestra sobre esse tema, onde elas vão poder saber mais como fazer e tirar dúvidas” ressaltou. A primeira palestra do dia foi sobre os direitos da mulher, ministrada pela defensora pública Lindalva de Fátima Ramos, da Rede de Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher em Barra do Garças, destacando que o maior desafio é a mudança da cultura da violência doméstica. “A violência doméstica atinge milhares de pessoas, em todas as classes sociais, religiosas, ou de raça e níveis de escolaridade. É um problema de todos, que exige atenção especial do Estado e das organizações da sociedade. Nossa intenção aqui é conscientizar a mulher que ela merece uma vida digna com respeito e por isso, a denúncia é a melhor forma de se proteger”, frisou a defensora. As mulheres ainda tiveram palestra sobre aposentadoria rural, com a extensionista social da Empaer Ieda Lopes de Souza Santos, que mesmo depois de sua palestra ficou atendendo há várias mulheres esclarecendo suas dúvidas quanto à aposentadoria. Além de show musical, dinâmicas de socialização e apresentação de dança do ventre.