Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer realiza oficina para produção de mudas frutíferas em Leverger

Empaer realiza oficina para produção de mudas frutíferas em Leverger
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Durante os dias 05 e 06 de abril, aconteceu no município de Santo Antônio de Leverger (34 km ao Sul de Cuiabá), na comunidade Sangradouro, na propriedade do produtor rural Joacy Elias Pereira, uma oficina para produção de mudas de citros - laranja, pocan, limão e do viveiro de plantas frutíferas. Com recursos do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) serão realizadas quatro oficinas até o fim de 2011. Com o objetivo de orientar os produtores para o plantio e desenvolvimento da fruticultura foram distribuídas 1.200 mudas de citros para 40 famílias rurais das comunidades Sangradouro e São Sebastião. O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Henrique Teodoro de Melo, ressaltou que estão realizando a segunda oficina e repassando informações sobre sistemas de produção, ou seja, desde a escolha da semente, preparação do plantio com o substrato composto de esterco de gado, vermiculita, terra preta e adubo, retirada das mudas dos tubetes com período de 120 dias e transplantadas na terra e enxertia. A oficina foi ministrada também pela extensionista social da Empaer, Leda Lopes dos Santos e o técnico Agrícola, Marivaldo dos Reis Lima, contando com a participação de 25 produtores rurais. Na propriedade do produtor rural, Joacy, foi implantado o viveiro de plantas frutíferas, que terá o acompanhamento da comunidade e os cuidados do produtor. “Minha intenção é acompanhar o crescimento das plantas frutíferas e conhecer de perto o cultivo, a evolução da planta e no futuro produzir comercialmente”, destaca Pereira. O produtor rural, Santo Bragante, há dez anos produz laranja, pocan e morgote fala que a oficina trouxe informações importantes e vai aplicar a técnica em sua propriedade. No ano passado, Bragante, colheu 400 caixas (20 quilos) de laranja, 1.300 caixas de pocan e 600 caixas de morgote, totalizando 2.300 caixas e comercializou por uma preço de R$ 10,00 a caixa. A produtora rural, Joani Pereira, aprendeu a plantar as mudas de citros nas sacolas e a retirar dos tubetes. “Estamos animados com a cultura, ano passado, plantamos alguns pés de laranja e pocan”, esclarece Joani. O terceiro módulo da oficina será realizado no mês de agosto e o último em dezembro. Após a realização da enxertia da planta, Henrique explica que é importante acompanhar o desenvolvimento da muda, realizando a poda de formação da copa e os cuidados fitossanitários (controle de pragas e doenças). O produtor rural, Agrícola Maria da Costa, cultiva em sua propriedade de 15 hectares, mandioca, milho, banana, melancia e pocan. Ele ressalta que em 2010, colheu 570 caixas de pocan e pretende ampliar o cultivo da fruta em sua propriedade. Joaquim Laurindo Pinto, produtor de mandioca está animado com a oficina e vai plantar pocan e laranja na sua área. “A fruticultura é um bom negócio e entra dinheiro com menos sacrifício e trabalho”, conta Agrícola.