Pular para o conteúdo
Voltar

Empaer realiza oficina sobre leite em Curvelândia e Reserva do Cabaçal

Empaer realiza oficina sobre leite em Curvelândia e Reserva do Cabaçal
Chrystiane da Conceição (Assessoria/Empaer)

A | A
A oficina de bovinocultura de leite ocorrida em Curvelândia (280 km de Cuiabá) nos dias 24 e 25 de setembro, organizada pela equipe local da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), aconteceu em duas etapas: no primeiro dia houve a parte teórica e, no segundo, a prática quando foi abordado o tema Manejo de Pastagens, ordenha higiênica, tecnologias de baixo custo - teoria e prática. As principais culturas encontradas no município são leite e mandioca, ambas atendidas pela Empaer. O leite é vendido para laticínios da região e a mandioca é processada em uma farinheira local. O médico veterinário e instrutor da oficina, Irezê Moraes Ferreira, do escritório local da Empaer de São José dos Quatro Marcos, apresentou, de forma simples e eficaz, a melhor forma de produzir com qualidade. “Realizar as oficinas no ambiente que o produtor está acostumado faz toda a diferença nos resultados de nosso trabalho”, garantiu Irezê. Ao todo 19 agricultores da comunidade Carretão participaram das oficinas onde também receberam esclarecimentos do gerente do Banco do Brasil, Lauro Alves do Couto, que falou sobre a disponibilidade de crédito rural destinado à agricultura familiar. Em Reserva do Cabaçal (364 km da Capital) a oficina de bovinocultura de leite, ocorrida nos dias 25 e 26 de setembro, foi organizada pela equipe local da Empaer também em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e contou com a participação 25 produtores das comunidades 07 de setembro, Alto Cabaçal e Ipê Roxo. No primeiro dia a parte teórica foi apresentada na Câmara Municipal com o tema Estratégias para alimentação do gado de leite no período da seca. Na demonstração prática os produtores puderam conferir processos de armazenamento de alimentação. Para isso, a equipe da Empaer montou uma Unidade de Desenvolvimento Sustentável Econômica (UDSE) na propriedade de Nelson Marques de Oliveira, proprietário do sítio Nossa Senhora da Penha. “Nosso intuito é capacitar os produtores e incentivá-los na continuidade do processo de produção”, destacou o técnico em agropecuária - Agatângelo Souza Oliveira, da Empaer de Figueirópolis D'Oeste. Vinte e cinco produtores das comunidades 07 de setembro, Alto Cabaçal e Ipê Roxo participaram da oficina.