Pular para o conteúdo
Voltar

Extensionista lança livro de receitas sobre a cultura da mandioca nesta sexta-feira

Extensionista lança livro de receitas sobre a cultura da mandioca nesta sexta-feira
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) lança o livro intitulado “Receitas com Mandioca”, da extensionista rural, Lindelzi de Lima. O livro contém 80 páginas, um resumo do trabalho executado nas comunidades rurais com receitas de bolos, pães, biscoitos, bolachas, salgados, tapiocas, sobremesas e pratos especiais. O lançamento será realizado nesta sexta-feira (9.11), às 8h30, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Cuiabá, localizado no Centro Político Administrativo. A mandioca é uma planta perene, arbustiva e a parte mais importante é a raiz. Rica em fécula, utilizadas na alimentação humana e animal ou como matéria prima para diversas indústrias. A autora Lindelzi, esclarece que a cultura da mandioca é a principal atividade econômica do município de Acorizal (62 km ao Norte de Cuiabá) e a farinha da mandioca representa 80% da renda familiar do agricultor .“Aqui na região tem farinheiras com mais de um século de produção”, comenta Lima. Numa área de 400 hectares de mandioca, o município produz acima de 17 toneladas de farinha por ano. Na região existem 42 farinheiras artesanais e 30 delas estão em produção. Conforme a extensionista, para aprimorar o consumo foram criadas inúmeras receitas e a mais recente foi o suco de mandioca, considerado nutritivo. Ela explica que a cultura da mandioca tem um papel importante na alimentação do brasileiro por ser rica em amido, proteínas, gordura, cálcio, fósforo e vitaminas A, B e C. A mandioca é a segunda cultura mais importante da cadeia produtiva do Estado, ficando atrás apenas da pecuária de leite. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a área plantada em Mato Grosso na safra 2007, foi de 39,1 mil hectares, com uma produção de 551 mil toneladas de mandioca, sendo destinada a maior parte para industrialização na produção de farinha. “O cultivo da mandioca gera emprego e renda com o processo de produção, industrialização e comercialização”, conclui Lima.