Pular para o conteúdo
Voltar

Governo apresenta desenvolvimento das cadeias produtivas na 48ª Expoagro

Governo apresenta desenvolvimento das cadeias produtivas na 48ª Expoagro
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
O Governo do Estado mostra o trabalho que é executado pelo setor agropecuário na 48ª Exposição Internacional, Agropecuária, Industrial e Comercial de Mato Grosso (Expoagro), que acontece no período de 05 a 15 de julho, no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá, informando sobre o serviço difundido na área de assistência técnica, extensão rural, pesquisa e inovações tecnológicas voltadas para a agricultura familiar. Numa área de 100 metros quadrados, foi montado o estande da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat). O diretor técnico da Empaer, Almir de Souza Ferro, salienta que a empresa está expondo algumas atividades enfocando o desenvolvimento das cadeias produtivas como a bovinocultura de leite, fruticultura, olericultura, mandioca, seringueira e outras. Conforme Almir, durante a 48ª Expoagro, os extensionistas e pesquisadores da Empaer estarão no estande informando sobre o trabalho realizado em parceria com o produtor rural. Um exemplo é o programa do Governo de incentivo ao plantio da seringueira, com a proposta de implantar 160 mil hectares, num período de 15 anos. Na safra 2010/2011, foram plantados 1.960 hectares, em cinco Consórcios Intermunicipais, em áreas de agricultores familiares. Além da produção de borracha, o projeto prevê a recuperação de áreas degradadas e reserva legal com o plantio de seringueira em sistemas agroflorestais. O público também vai conhecer o projeto de pesquisa com flores tropicais, considerado pioneiro no Estado, que estuda a viabilidade produtiva das espécies: strelitzia, helicônias, bastão do imperador, alpinia e antúrio, plantas destinadas principalmente a arranjos florais e paisagismo. Na área de fruticultura e olericultura, será apresentado um diagnóstico realizado nos municípios da Baixada Cuiabana que permitiu o planejamento da produção com a escolha de 29 variedades de frutas e 29 de legumes e verduras que serão produzidos nos municípios a fim de atender a Central de Comercialização. “Durante a Expoagro serão apresentados animais de qualidade genética, disponibilizando conhecimento e tecnologia para o meio rural com prioridade para a agricultura familiar”, destaca Ferro.