Pular para o conteúdo
Voltar

Mudas nativas são plantadas nas avenidas em Várzea grande

Mudas nativas são plantadas nas avenidas em Várzea grande
Rosana Persona (Empaer-MT)

A | A
Com o objetivo de e arborizar o centro urbano, a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em parceria com o Instituto Ação Verde repassou mil mudas de espécies nativas para a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável de Várzea Grande. O coordenador do viveiro da Empaer, Antônio Rocha Vital, salienta que o viveiro de mudas multiplica 70 espécies de plantas usadas para reflorestamento de áreas degradadas, matas ciliares e arborização de parques, avenidas e outros. Rocha esclarece que as mudas serão usadas para arborização de ruas e avenidas no município. Entre as espécies mais cultivadas estão: ipê (roxo, amarelo, rosa e branco) e jacarandá. Ele explica que as mudas foram permutadas, ou seja, a Secretaria de Meio Ambiente auxiliou os trabalhos no viveiro da Empaer utilizando uma retroescavadeira. Em contrapartida, a Empaer produziu mil mudas sem custo nenhum para a prefeitura. “Essa parceria dá resultados para a empresa e prefeitura na produção de mudas”, desabafa Rocha. A secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável de Várzea Grande, Helen Farias Ferreira, explica que a distribuição de mudas é uma forma dinâmica de promover a educação ambiental e arborizar o Município. “Temos uma necessidade urgente de recuperar as áreas verdes. Além disso, onde existem árvores, o microclima da região melhora. Por isso o trabalho em parceria com entidades e a população no melhoramento do clima da cidade tem sido muito importante para Várzea Grande. Uma ação que parece simples, como o ato de plantar uma árvore, vai beneficiar gerações futuras e acaba realizando na prática a educação ambiental”, enfatiza. Somente nas Avenidas serão plantadas mil mudas, todas de espécies florestais que serão monitoradas pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável de Várzea Grande. “Iremos monitorar essas mudas e se necessário faremos o replantio”, declara a Helen.