Pular para o conteúdo
Voltar

Mulheres rurais de Colider participam de palestra sobre enxertia em rosas do deserto

Mulheres rurais de Colider participam de palestra sobre enxertia em rosas do deserto
Rosana Persona (jornalista da Empaer)

A | A
Por solicitação das mulheres rurais da Comunidade Trevo do Ouro Verde, localizada no município de Colíder (650 km ao Norte de Cuiabá), foi realizada uma palestra e Demonstração de Métodos (DM) sobre enxertia em rosas do deserto (Adenium obesum). O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Fábio Henrique Carrocini apresentou os principais métodos de enxertia em rosas ornamentais e também em frutíferas (citros, manga e abacate). O evento contou com a participação de 28 pessoas e foi realizado na Escola Municipal Santa Maria do Ouro Verde, no dia 25 de agosto. Conforme Fábio, durante a demonstração foi colocado em prática dois métodos, a enxertia por pressão e garfagem em fenda cheia. “O método de multiplicação vegetativa consiste na junção das plantas que irão unir e desenvolver em uma única planta”, explica. A DM mostrou também a influência do porta-enxerto na copa, como por exemplo, vigor da planta, precocidade de produção, qualidade dos frutos e produtividade. Segundo Fábio, as produtoras pretendem produzir mudas para ornamentação e aprender a trabalhar com a rosa do deserto. “Também sugeri a fazer enxertia para produção de mudas de frutíferas”, conclui.