Pular para o conteúdo
Voltar

Pescadores de Mato Grosso buscam recursos para financiar atividade

Pescadores de Mato Grosso buscam recursos para financiar atividade
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
De acordo com informações do Presidente da Federação dos Pescadores do Estado de Mato Grosso, Lindemberg Gomes de Lima, existem cadastrados 10 mil pescadores no Estado e aproximadamente 3 mil estão buscando linhas de crédito para aquisição de embarcações e meios para expandir a capacidade produtiva. O Plano Safra 2013/2014, prevê investimentos de R$ 4,1 bilhões para expandir a aqüicultura, modernizar a pesca e fortalecer a indústria e o comércio pesqueiro. Para facilitar o acesso ao crédito, técnicos da Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) serão responsáveis pela elaboração dos projetos. O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - Pronaf Mais Alimentos oferece a pescadores e aquicultores o acesso a uma linha de investimento de até R$ 130 mil, para aquisição de equipamentos, barcos e implantação de estruturas como tanques e represas. Conforme Lindemberg, a piscicultura está em ritmo acelerado e pretendem montar um projeto piloto no município de Barra do Bugres (168 km a Médio-Norte de Cuiabá), para agregar 50 famílias de pescadores numa área de 50 hectares de lâmina d’água, para criação e engorda de peixe em cativeiro. “Precisamos realizar parcerias com os órgãos estaduais e federais para implantação do projeto”, enfatiza Lima. O engenheiro agrônomo da Empaer, Luiz Alberto de Oliveira Silva, fala que para atender adequadamente o setor de pesca artesanal e aqüicultura familiar o limite de crédito ampliou de R$ 50 para R$ 80 mil, com 2 anos para pagar. O trabalho dos técnicos da Empaer será a vistoria in loco, na casa do pescador, conferindo documentação, principalmente se possui a carteira de pescador emitida pelo Ministério da Pesca, atividade profissional, necessidade de aquisição de equipamentos e outros. Somente com a aprovação do cadastro, o pescador poderá ter a liberação da DAP (Declaração de Aptidão do Pronaf) e realizar o financiamento. O pescador profissional, Carlos Jackson de Jesus, financiou um barco com motor para trabalhar nos rios de Mato Grosso. Pescador há 32 anos, sempre utilizou canoa para navegar e agora com a embarcação ficou mais fácil pescar e transportar o pescado. Empolgado com a nova aquisição pretende fazer outro financiamento do Pronaf em 2014. “Primeiro preciso pagar o barco e depois poderei contrair novas dívidas. Minha profissão, meu hobby e meu esporte é ser pescador”, declara Carlos. Capacitação O Coordenador do Plano Safra Pesca, Evandro Barros de Carvalho vai proferir uma palestra sobre linhas de crédito para a pesca, na quarta-feira (27.03), às 8h30, no auditório do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em Várzea Grande, para técnicos da Empaer, servidores do MAPA, presidentes de colônia de pescadores e representantes de instituições bancárias.