Pular para o conteúdo
Voltar

Produtor satisfeito com a produção de hortaliças pretende ampliar o cultivo

Produtor satisfeito com a produção de hortaliças pretende ampliar o cultivo
Rosana Persona (Jornalista da Empaer)

A | A
Com o intuito de mostrar a produção de hortaliças no sistema hidropônico, foi realizada uma visita técnica na propriedade do produtor rural Ademar Daniel Ribeiro (69 anos), na comunidade Olho D’àgua, no município de Santo Antônio de Leverger (34 km ao Sul de Cuiabá). Para o cultivo de alface crespa, lisa, americana e mimosa foi construída uma estufa de 1.600 metros quadrados, que produz 1.080 maços de hortaliças por dia e comercializada a R$ 17,00 a dúzia nos mercados da capital. A visita contou com a participação de mais de 50 pessoas, entre técnicos, produtores, pesquisadores e familiares. Durante anos, Ademar foi vendedor de doces no varejo. Após sofrer 16 assaltos, resolveu investir na propriedade de 15 hectares. Ele conta que seu filho, Diógenes Laércio Ribeiro, foi o responsável pela montagem de toda estrutura para produção hortaliças. O investimento inicial foi de R$ 65 mil, e contou com toda tecnologia da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer). “Estou muito empolgado com a produção de verduras e pretendo ampliar para produzir tomate cereja”, destaca Ademar. Com apenas dois meses de produção, Diógenes acredita a hidroponia é uma atividade rentável e compara a estufa de 1600 metros quadrados a uma produção de 800 litros de leite dia. Segundo ele, o rendimento é parecido, mas o trabalho com a bovinocultura exige mais mão-de-obra e investimento. “Ainda estamos aprendendo o manejo e acredito que produzir no sistema protegido é uma alternativa de lucro e renda para o pequeno produtor”, enfatiza Laércio. O biólogo da Empaer, Nesvaldo Bento de Oliveira, satisfeito com o resultado, comenta que a Empresa está à disposição do produtor para auxiliar na implantação do sistema. O cultivo, além de representar um avanço tecnológico à disposição de grandes produtores, pode ser implantado em pequenas propriedades agrícolas, sítios, chácaras e em terrenos localizados nos centros urbanos. O publicitário Zeuxis Ferreira participou da visita em busca de informações para implantar uma estufa em Chapada dos Guimarães, onde pretende produzir tomate. O visitante tem intenção em industrializar a hortaliça e produzir tomate seco. “É a primeira hidroponia que visito e pretendo verificar outras e conhecer melhor o sistema e a viabilidade econômica”, frisa. Para mostrar o funcionamento de toda a produção, foi dividido em três grupos para visitação, o primeiro grupo foi acompanhado pela senhora, Eunice Maria Ribeiro (66 anos), esposa do produtor Ademar, que mostrou todo o funcionamento, inclusive do berçário (local de produção das mudas) e da estrutura. O segundo grupo foi acompanhado pelo produtor e o terceiro pelo Diógenes. Participaram da Visita a Diretora de Pesquisa da Empaer, Elaine Maria Daltro, secretário de Desenvolvimento Sustentável do município, Hamilton José e Silva, Padre Deusdedit de Almeida que abençoou o novo empreendimento. O evento aconteceu no sábado (20.07), no período da manhã.