Pular para o conteúdo
Voltar

Produtores da Agrovila das Palmeiras participaram do 1º Seminário da Agricultura Familiar

Produtores da Agrovila das Palmeiras participaram do 1º Seminário da Agricultura Familiar
Rosana Persona (jornalista da Empaer)

A | A
Com a participação de 60 produtores rurais, foi realizado nesta quinta-feira (06.07), o 1º Seminário Municipal de Desenvolvimento Socioeconômico e Ambiental da Agricultura Familiar, no município de Santo Antônio de Leverger (34 km ao Sul de Cuiabá). O objetivo foi ouvir os produtores rurais, verificar as demandas e encontrar soluções para desenvolver as cadeias produtivas. O evento foi realizado no auditório da Escola Estadual do Campo Nagib Saad, na Agrovila das Palmeiras. O coordenador Regional da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Vico Capistrano Alencar, falou que com as demandas levantadas no Seminário ficou mais fácil traçar um diagnóstico da realidade no campo, com alternativas para a melhoria da produção. Conforme Vico, os produtores debateram temas como infraestrutura, logística, meio ambiente, prestação de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), questões tributárias e outros. O presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, destacou que o Seminário foi uma boa oportunidade de construir estratégias para o fortalecimento da agricultura familiar, possibilitando intercâmbio e articulação técnica e política em benefício da atividade rural. Lembrou que hoje o Estado possui 104 mil agricultores familiares e este ano, a empresa já firmou 52 parcerias com as prefeituras para atuar em conjunto no atendimento as famílias rurais. “Os agricultores familiares precisam se unir para mostrar a sua força de trabalho e produção”, pontuou. O produtor rural Acedino Nunes, proprietário de uma área de cinco hectares, localizada na Comunidade Abolição, produz por semana aproximadamente duas toneladas de limão Taiti. Ele desabafa que leva mais de 40 minutos para percorrer três quilômetros de estrada de terra. “A minha propriedade fica próxima ao asfalto e mesmo assim, tenho dificuldades para escoar a produção devido às condições em que se encontra a estrada”, falou Nunes. Morador há 32 anos na Agrovila das Palmeiras, o produtor Amilton Fernandes, possui uma área de 75 hectares e utiliza dois hectares com o cultivo de mandioca de mesa. Comercializa a sua produção duas vezes por semana, em Cuiabá. Ele falou que os agricultores familiares necessitam de apoio e orientação para garantir boas safras e elogia o atendimento prestado pelos técnicos da Empaer que não tem faltado na Agrovila. “É com alegria que recebemos pela primeira vez a participação em um evento do presidente da Empaer”, enfatizou. A vice-prefeita do município, Francieli Magalhães, ouviu várias reivindicações e a mais solicitada foi à melhoria nas condições das estradas. De acordo com Francieli, em 116 anos é a primeira vez que a Agrovila das Palmeiras tem uma ponte de concreto. E explicou que conhece de perto os problemas das estradas e que estão administrando o município em apenas seis meses, e que vai levar todas as demandas solicitadas pelos produtores ao prefeito. Participaram do Seminário, o diretor de Pesquisa da Empaer, Antonimar Marinho dos Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Pública de Mato Grosso (Sinterp), Gilmar Bruneto, Coordenador da Empaer, Edson Benedito da Silva, engenheiro agrônomo da Empaer, Henrique Teodoro de Melo e outros.