Pular para o conteúdo
Voltar

Produtos biofortificados são apresentados durante encontro técnico em Cáceres

Produtos biofortificados são apresentados durante encontro técnico em Cáceres
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Com objetivo de diminuir a desnutrição e garantir maior segurança alimentar aumentando os teores de ferro, zinco e vitamina A na dieta da população, foi realizado na sexta-feira (21.08), o Encontro Técnico sobre o Feijoeiro-Comum e Produtos Biofortificados, na Estação de Pesquisa e Fomento da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), no município de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). Mais de 100 pessoas, entre produtores rurais, técnicos agropecuários, estudantes e pesquisadores participaram do evento que apresentou tecnologias para o agricultor familiar. A pesquisadora da Empaer, Marilene de Moura Alves, falou que o melhoramento genético de produtos biofortificados é um projeto inédito no Estado de Mato Grosso. A Empaer começou a pesquisar os seguintes alimentos: feijão comum, feijão caupi, arroz, milho, abóbora, mandioca e batata doce. Conforme Marilene, esse material será pesquisado e reproduzido para os agricultores familiares, que no futuro vão produzir em escala comercial, para atender as demandas da merenda escolar. O pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Thiago Souza, falou sobre o melhoramento do feijoeiro comum e grãos de feijões especiais. Segundo Thiago, o feijão é considerado a principal fonte de proteína e 70% do feijão consumido no Brasil são da variedade Carioca. O técnico da Secretaria de Agricultura de Mirassol D’Oeste, Gessimar Charles de Barros, abordou o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) como formas alternativas para comercialização dos produtos dos agricultores familiares. Durante o encontro os participantes percorreram duas estações. Na primeira, o pesquisador da Empaer, Valter Martins de Almeida e o agente técnico da Empaer, Ciro Cercino dos Santos, abordaram a pesquisa e desenvolvimento do feijoeiro-comum e novas cultivares. Na segunda estação, a pesquisadora da Empaer, Dolorice Moreti, destacou o trabalho com a cultura da mandioca biofortificada com maiores teores de betacaroteno e Vitamina A, além da presença de ferro e zinco. O secretario de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), Suelme Fernandes, destacou o trabalho executado pelos pesquisadores da Empaer e ressaltou que é importante que tecnologias que garantam lucro e renda cheguem aos agricultores familiares. “Nós queremos que o produtor sustente a sua família e promova o desenvolvimento na sua propriedade”, enfatizou. Participaram do Encontro Técnico, o secretário Adjunto de ATER e Assuntos Fundiários da Seaf, Corgésio Ribeiro Albuquerque, diretor de Pesquisa da Empaer, Antonimar Marinho dos Santos, chefe da Estação da Empaer, Nara Regina Gervini Souza, supervisor Regional da Empaer, José Antônio Gonçales, vice-presidente do Sindicato Rural de Cáceres, Jeremias Pereira Leite, professor da Unemat, Marco Barelli e demais autoridades.