Pular para o conteúdo
Voltar

Pronaf libera R$ 44 mil para agricultores Quilombolas de Nossa Senhora do Livramento

Pronaf libera R$ 44 mil para agricultores Quilombolas de Nossa Senhora do Livramento
ROSANA PERSONA (Jornalista)

A | A
Vinte dois agricultores familiares quilombolas do município de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao Sul de Cuiabá), das comunidades de Aguaçu, Ponte da Estiva, Mata Cavalo, Mutuca e União Boa Vida assinaram contratos para a criação de frango caipira e suíno. O recurso na ordem de R$ 44 mil, financiado pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Grupo B, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A assinatura ocorreu no dia 26 de novembro, no barracão da Associação do Quilombo Mata Cavalo, distante 12 quilômetros da cidade. O supervisor da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) de Nossa Senhora do Livramento, Mariano Batista de Campos, ressalta que nove produtores vão trabalhar com a criação de suínos e 11 com a criação de frangos. Os técnicos agrícolas da Empaer, Lucienio da Silva Miranda e Leonardo Cazoni de Castro elaboraram mais de 50 propostas de crédito para financiar a produção. “Até o final do ano, mais 20 produtores serão contemplados com recursos do Pronaf”, antecipa Mariano. O Governo Federal está facilitando o acesso ao crédito rural na safra 2009/2010, enquadrando a família com renda bruta até R$ 6 mil por ano, a aderir ao Grupo B, que permite financiar até R$ 2 mil em atividades agrícolas e geradoras de renda. Nesse Programa são atendidas famílias agricultoras, pescadoras, extrativistas, ribeirinhas, quilombolas e indígenas que desenvolvam atividades produtivas no meio rural. Conforme dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a comunidade Quilombola em Livramento possui uma área de 13 mil hectares de terra, com 500 famílias cadastradas e a maioria cultiva agricultura de subsistência. O supervisor Mariano comenta que os técnicos da Empaer estão trabalhando para levar informações sobre linha de crédito, elaboração de projetos aos agricultores e assistência técnica. Participaram da solenidade de assinatura o agente financeiro do Banco da Amazônia (Basa), Ossenir Favorito, produtores rurais, técnicos agropecuários da Empaer, representantes de associações e outros. Para os agricultores familiares a linha Pronaf é a maneira que o MDA encontrou para fazer a inclusão social das famílias, garantindo trabalho e renda.