Pular para o conteúdo
Voltar

Protrigo apresenta resultados de 2010 e destaca três variedades

Protrigo apresenta resultados de 2010 e destaca três variedades
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
O Boletim Informativo do Protrigo de 2010 foi lançado durante a reunião da Câmara Técnica do Trigo (CTT), com resultados de três Unidades de Observação (UO) de trigo de sequeiro, cinco Unidades Demonstrativas (UD) de irrigado e teste com 11 materiais genéticos. Este trabalho de pesquisa é realizado há mais de 13 anos, pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural (Seder) e Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer). O coordenador da CTT e pesquisador da Empaer, Hortêncio Paro, fala que os resultados no município de Primavera do Leste, na Fazenda Cabeceira da Ferradura foram positivos com três variedades, a BR-18 que obteve uma produtividade de 5.700 quilos por hectare, a Supera com 5.200 quilos por hectare e a Brilhante - 5.070 quilos/hectare. Conforme Paro, a qualidade do trigo foi testada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Trigo, em Passo Fundo, no Estado do Rio Grande do Sul, e todas as variedades são consideradas acima da qualidade de trigo pão. O boletim faz um resumo das ações executadas este ano, tais como: visitas técnicas nas propriedades rurais, reuniões, comportamento evolutivo das variedades, preparo do solo, tratamento de sementes, equipamento de plantio, densidade, profundidade, tratos culturais, controle de invasoras, inseticidas, número de planta e altura, dados de chuvas e outros. Para o ano de 2011, além das variedades existentes serão testados novos materiais genéticos oriundos do Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e linhagens da Cooperativa do Alto Paranaíba (Estado de Minas Gerais). Na última reunião da Câmara Técnica do Trigo discutiram com representantes da Rede Cemat sobre a redução do custo da energia elétrica na utilização de pivôs para irrigação, no período diurno, já que no período noturno, os produtores recebem um subsídio de 80% para utilização dos pivôs. Segundo o coordenador, estão estudando alternativas para reduzir os custos da conta de energia elétrica e facilitar o trabalho dos produtores. Conforme o pesquisador, para o próximo ano, o plantio de trigo de sequeiro começa no mês de fevereiro, irrigado em maio e o preço mínimo do trigo no Estado já foi definido. Será de R$ 34,00 o saco de 60 quilos para trigo pão. O evento de lançamento aconteceu no dia 02 de dezembro, na sala de reuniões da Seder. Hortêncio ressalta que o objetivo do Protrigo é fazer com que a cultura tenha sustentabilidade no Estado de Mato Grosso.