Pular para o conteúdo
Voltar

Técnicos participam de capacitação para comercializar hortifruti

Técnicos participam de capacitação para comercializar hortifruti
Rosana Persona (Jornalista)

A | A
Técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) participaram da capacitação continuada da cadeia produtiva de Frutas, Legumes e Verduras (FLV). O enfoque principal foi vender tendo lucro na agricultura familiar com a produção de hortifruti. O consultor de negócios e processos de venda na agricultura, Valter Yamaguchi ensinou os técnicos na formação dos preços dos produtos, verificando desde a embalagem, descarte, frete e outros. O curso contou com a participação de 25 técnicos e foi realizado no município de Várzea Grande (26 e 27.03). Para produção de Frutas, Legumes e Verduras (FLV), foi realizado um diagnóstico pela Empaer, que permitiu o planejamento e a produção de 29 variedades de frutas e 29 de legumes e verduras, que estão em produção em 12 municípios da Baixada Cuiabana. O trabalho vem sendo realizado desde 2011, com objetivo de aumentar o cultivo de hortaliças para atender a Grande Cuiabá, evitando a importação de produtos oriundos de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Segundo Valter, o agricultor do Estado de Mato Grosso sabe produzir com qualidade e variedade. Ele enfatiza que o produtor precisa apenas aprender a comercializar de forma correta e justa para ter retorno financeiro e garantir assim, produção o ano todo. A capacitação mostrou aos técnicos como é feita a formação dos preços para competir com os produtos de outros estados. “Para que dê certo é necessário uma campanha de marketing e ação conjunta dos agricultores, técnicos e do governo valorizando o produto de Mato Grosso”, declarou Valter. O diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Empaer, Rogério Monteiro Costa e Silva, explicou que a capacitação é importante para qualificação dos técnicos que serão os responsáveis para orientar e treinar os produtores rurais. Ele falou sobre a capacitação continuada da cadeia produtiva da olericultura que acontece desde 2011, numa parceria com Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e outros parceiros. “É importante receber orientações técnicas para evitar os danos na lavoura”, destacou Silva. O coordenador regional da Empaer, Vico Capistrano Alencar, disse que as informações e orientações dão condições para os técnicos realizarem a transferência de tecnologia para o produtor rural. A finalidade da capacitação é melhorar o nível técnico dos produtores com a garantia de produção e lucro. Começa no dia 12 de abril, a capacitação em FLV, nos 12 municípios da Baixada Cuiabana.