Pular para o conteúdo
Voltar

Técnicos participam de módulo especial da olericultura em Chapada dos Guimarães

Técnicos participam de módulo especial da olericultura em Chapada dos Guimarães
Rosana Persona (Empaer-MT)

A | A
Fitossanidade e Irrigação foram os temas de um módulo especial de capacitação continuada da cadeia produtiva da olericultura, que ocorreu no município de Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte de Cuiabá), durante uma semana (30/05 a 03/06). Direcionado para técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural (Empaer), Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf) e parceiros, o evento contou com a presença de 35 pessoas. O pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Flávio Fernandes Júnior, ressaltou que o objetivo do curso é melhorar o nível técnico dos produtores, produtividade, segurança e regularidade no cultivo. Segundo ele, foram abordadas técnicas de fitossanidade – manejo de insetos, pragas e distúrbios fisiológicos da planta e técnicas de manejo de irrigação. Os participantes coletaram amostras de plantas na Horta Comunitária Santa Edwirges, para um diagnóstico fitossanitário. De acordo com Flávio, um diagnóstico equivocado por parte dos técnicos leva a aplicação de produtos errados. O módulo especial visa ensinar a verificar o problema da planta para aplicar corretamente os produtos e combater a doença. “Começamos a trabalhar com a olericultura em 2012, e desde então muita coisa melhorou, como produção e qualidade. Mas o técnico ainda acumula dúvidas. É um processo contínuo de apoio para alavancar a produção de legumes e verduras no estado”, destacou. O módulo especial contou com a participação do pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Hélcio Costa, que proferiu palestra sobre doenças de hortaliças. O professor do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Osvaldo José de Oliveira, falou sobre manejo de irrigação e os pesquisadores de uma Organização Internacional sediada na Inglaterra (Cabi), Eduardo Neves e José Gomes, debateram sobre diagnose de doenças e praga com informações práticas. LEVANTAMENTO DA SITUAÇÃO Conforme Fernandes, os técnicos da Empaer realizaram um diagnóstico em 14 municípios e 400 propriedades rurais, para verificar as condições de produção de legumes e verduras no Vale do Rio Cuiabá. As informações e orientações dos cursos dão condições para os técnicos realizarem a transferência de tecnologia para o produtor rural. O engenheiro agrônomo da Empaer e coordenador da equipe de olericultura, Benito França Lopes, explicou que a capacitação oferece condições e tecnologias para fomentar a produção de Frutas, Legumes e Verduras (FLV). O evento foi realizado no Sindicato Rural de Chapada dos Guimarães.