Pular para o conteúdo
Voltar

Trabalho conjunto de secretaria e Empaer beneficia pequenos produtores

Trabalho conjunto de secretaria e Empaer beneficia pequenos produtores
Andréa Haddad (Redacação/Gecom-MT)

A | A
Produtores rurais e assentados de Mato Grosso serão beneficiados pelo trabalho integrado da secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Regularização Fundiária (Seaf) e da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer). Cobrando resultados, o governador Pedro Taques se reuniu nesta quarta-feira (25.02) com o secretário da Seaf, Suelme Evangelista, o presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, e a presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), Luciane Bezerra. As reuniões serão periódicas para executar as políticas de auxílio aos pequenos produtores e assentados. “A participação de todos é muito importante. Precisamos que o Intermat, a Empaer e a secretaria funcionem com uma visão econômica e não assistencialista”, frisou o governador. Luciane Bezerra expôs a dificuldade de trabalhar sem dados macros, em função das gestões anteriores do Intermat. Ela deverá assinar um convênio com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O secretário Suelme defendeu e o grupo acatou a elaboração do Plano Estadual de Agricultura Familiar. “É importante para termos um panorama e estabelecermos as metas”, explicou. Ele também falou sobre a necessidade de identificar as áreas e o perfil das famílias da agricultura familiar. “Não podemos confundir agricultura familiar com assentamento”, endossou Pedro Taques. Conforme o secretário,o número de famílias sem o perfil no cadastro da pasta é elevado. Luciane Bezerra disse que há 124 assentamentos estaduais, porém nenhum titulado. Destes, 68 ficam na Baixada Cuiabana. O grupo definiu que irá começar as ações pela região. “Existe também o Conselho Estadual de Agricultura Sustentável, que precisa ser reativado. Sem ele a integração dos trabalhos ficou comprometida”, acrescentou Suelme. O governador solicitou um projeto-piloto para cada região do estado. Com 135 escritórios, a Empaer irá oferecer a estrutura necessária para a realização do levantamento dos dados a serem utilizados no Plano Estadual de Agricultura Familiar. Segundo o presidente, a Empaer tem capacidade para dobrar a arrecadação. Nesta quinta-feira (26), a Empresa irá prestar assistência a produtores rurais de Tapurah, sendo 71 do assentamento Santa Luzia, 100 do Rio Borges e 48 do Bonama.